SBTB Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil
 
Inicial Quem Somos Estudos Notícias Loja Fale Conosco  
Capítulos
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
67
68
69
70
71
72
73
74
75
76
77
78
79
80
81
82
83
84
85
86
87
88
89
90
91
92
93
94
95
96
97
98
99
100
101
102
103
104
105
106
107
108
109
110
111
112
113
114
115
116
117
118
119
120
121
122
123
124
125
126
127
128
129
130
131
132
133
134
135
136
137
138
139
140
141
142
143
144
145
146
147
148
149
150
 
Salmos 89
Tamanho do Texto:
  Primeiro Anterior
89
Seguinte Último  
1
AS benignidades do Senhor cantarei perpetuamente; com a minha boca manifestarei a tua fidelidade de geração em geração.
2
Pois disse eu: A tua benignidade será edificada para sempre; tu confirmarás a tua fidelidade até nos céus, dizendo:
3
Fiz uma aliança com o meu escolhido, e jurei ao meu servo Davi, dizendo:
4
A tua semente estabelecerei para sempre, e edificarei o teu trono de geração em geração. (Selá.)
5
E os céus louvarão as tuas maravilhas, ó Senhor, a tua fidelidade também na congregação dos santos.
6
Pois quem no céu se pode igualar ao Senhor? Quem entre os filhos dos poderosos pode ser semelhante ao Senhor?
7
Deus é muito formidável na assembléia dos santos, e para ser reverenciado por todos os que o cercam.
8
Ó Senhor Deus dos Exércitos, quem é poderoso como tu, Senhor, com a tua fidelidade ao redor de ti?
9
Tu dominas o ímpeto do mar; quando as suas ondas se levantam, tu as fazes aquietar.
10
Tu quebraste a Raabe como se fora ferida de morte; espalhaste os teus inimigos com o teu braço forte.
11
Teus são os céus, e tua é a terra; o mundo e a sua plenitude tu os fundaste.
12
O norte e o sul tu os criaste; Tabor e Hermom jubilam em teu nome.
13
Tu tens um braço poderoso; forte é a tua mão, e alta está a tua destra.
14
Justiça e juízo são a base do teu trono; misericórdia e verdade irão adiante do teu rosto.
15
Bem-aventurado o povo que conhece o som alegre; andará, ó Senhor, na luz da tua face.
16
Em teu nome se alegrará todo o dia, e na tua justiça se exaltará.
17
Pois tu és a glória da sua força; e no teu favor será exaltado o nosso poder.
18
Porque o Senhor é a nossa defesa, e o Santo de Israel o nosso Rei.
19
Então falaste em visão ao teu santo, e disseste: Pus o socorro sobre um que é poderoso; exaltei a um eleito do povo.
20
Achei a Davi, meu servo; com santo óleo o ungi,
21
Com o qual a minha mão ficará firme, e o meu braço o fortalecerá.
22
O inimigo não o importunará, nem o filho da perversidade o afligirá.
23
E eu derrubarei os seus inimigos perante a sua face, e ferirei aos que o odeiam.
24
E a minha fidelidade e a minha benignidade estarão com ele; e em meu nome será exaltado o seu poder.
25
Porei também a sua mão no mar, e a sua direita nos rios.
26
Ele me chamará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus, e a rocha da minha salvação.
27
Também o farei meu primogênito mais elevado do que os reis da terra.
28
A minha benignidade lhe conservarei eu para sempre, e a minha aliança lhe será firme,
29
E conservarei para sempre a sua semente, e o seu trono como os dias do céu.
30
Se os seus filhos deixarem a minha lei, e não andarem nos meus juízos,
31
Se profanarem os meus preceitos, e não guardarem os meus mandamentos,
32
Então visitarei a sua transgressão com a vara, e a sua iniqüidade com açoites.
33
Mas não retirarei totalmente dele a minha benignidade, nem faltarei à minha fidelidade.
34
Não quebrarei a minha aliança, não alterarei o que saiu dos meus lábios.
35
Uma vez jurei pela minha santidade que não mentirei a Davi.
36
A sua semente durará para sempre, e o seu trono, como o sol diante de mim.
37
Será estabelecido para sempre como a lua e como uma testemunha fiel no céu. (Selá.)
38
Mas tu rejeitaste e aborreceste; tu te indignaste contra o teu ungido.
39
Abominaste a aliança do teu servo; profanaste a sua coroa, lançando-a por terra.
40
Derrubaste todos os seus muros; arruinaste as suas fortificações.
41
Todos os que passam pelo caminho o despojam; é um opróbrio para os seus vizinhos.
42
Exaltaste a destra dos seus adversários; fizeste com que todos os seus inimigos se regozijassem.
43
Também embotaste o fio da sua espada, e não o sustentaste na peleja.
44
Fizeste cessar a sua glória, e deitaste por terra o seu trono.
45
Abreviaste os dias da sua mocidade; cobriste-o de vergonha. (Selá.)
46
Até quando, Senhor? Acaso te esconderás para sempre? Arderá a tua ira como fogo?
47
Lembra-te de quão breves são os meus dias; por que criarias debalde todos os filhos dos homens?
48
Que homem há, que viva, e não veja a morte? Livrará ele a sua alma do poder da sepultura? (Selá.)
49
Senhor, onde estão as tuas antigas benignidades que juraste a Davi pela tua verdade?
50
Lembra-te, Senhor, do opróbrio dos teus servos; como eu trago no meu peito o opróbrio de todos os povos poderosos,
51
Com o qual, Senhor, os teus inimigos têm difamado, com o qual têm difamado as pisadas do teu ungido.
52
Bendito seja o Senhor para sempre. Amém, e Amém.
  Primeiro Anterior
89
Seguinte Último  
  Pesquise qualquer palavra ou expressão na Bíblia:
 
A Bíblia Sagrada
Velho Testamento
Novo Testamento
 
valim.net communications & arts